• Simone Mior

A angústia de não fazer o que deve ser feito...


Nossa mente está sempre em atividade. Temos por dia em média 60 mil pensamentos. Pensamos sobre tudo. Sobre o que temos para fazer, sobre o que fizemos a poucos minutos, dias ou anos. Se você parar para observar seus pensamentos, muitos parecerão totalmente sem sentido. Pensamos nas coisas mais absurdas, muitas vezes temos até vergonha do que pensamos que não admitimos a existência dos mesmos para nós mesmos.

Quando não cuidamos da nossa mente, ela acaba determinando como iremos nos sentir. Todo nosso comportamento e estado de espírito é resultado do que pensamos, por isso, que sempre nos dizem, que somos o que pensamos.

Quando nossos pensamentos estão focados no passado encontramos um quadro de tristeza e até de depressão; quando os pensamentos estão focados no futuro, temos um quadro de ansiedade. Somente com os pensamentos no presente conseguimos ver e viver a vida de modo presente, leve e real.

Hoje quero abordar um aspecto específico que gera “sensação” de angústia, de ansiedade, a procrastinação.

Você pode estar me perguntando: o que é procrastinação? Ou pensando “eu não sofro desse mal”...

Convido você a refletir sobre o tema, para depois, e somente depois você tirar suas conclusões.

Quantos sonhos, desejos, objetivos você já teve e não os tornou reais? Já relacionou o que gostaria de realizar em um determinado período e não o fez? Quantas objetivos que viraram promessa “esse ano vou emagrecer”, “esse mês vou gastar menos do que recebo”, “hoje vou me alimentar de modo mais saudável” e por aí vai….. E, com o passar do tempo você percebe que nada fez, nada aconteceu, seu desejo não foi atendido. E então, começa a procurar culpados: o tempo, o governo, os outros, a crise, etc, E não observa que o único responsável pelas suas ações ou pela falta de ações é você, e só você.

Exatamente, não basta desejar, escrever a meta no papel. Precisa agir. Precisa trilhar o caminho entre o ponto zero (onde você está) e o ponto 100 (onde deseja chegar).

O não fazer é a procrastinação, e esse não agir gera sensações negativas em qualquer pessoa. Você começa a ter as sensações da frustração, da tristeza, do desânimo, quando percebe que os dias passam e você não atingiu seus objetivos.

Nestes momentos, as crenças limitantes falam muito alto, quase gritando: você não consegue! Isso não é para você! Pare de querer o que você não merece ou não pode ter! Você não nasceu para isso! Não nasceu para brilhar! Esses ecos ficam ressoando em seus ouvidos, em seu cérebro, parece que não vou se calar nunca….E, dando ouvidos “à essas vozes” você mais uma vez não faz o que precisa ser feito para que você realize seus sonhos.

Observe também as sensações físicas, calafrios, tremores, dores de cabeça ou pelo corpo, sensação de incômodo, aperto no peito, dificuldade para respirar, uma angústia crescente… tudo fruto dos pensamentos. Tudo resultado de pensar no que tem para fazer, ou que deveria fazer e não faz.

Quando isso ocorre, é URGENTE e IMPORTANTE que você assuma o controle de seus pensamentos. Identifique-os, entenda-os e escolha o que fica e o que vai embora.

Lembre-se você e só você tem o poder de controlar seus pensamentos, de controlar a sua mente.

Encontre a sua maneira de dominar sua mente. Seja meditando, seja praticando atividade física, seja ouvindo música, lendo…. Mas, assuma o controle de sua vida, de seus dias, de seus pensamentos.

Você não vai dominar o resto da sua vida em um dia. Relaxe. Foque no que você tem que fazer hoje. Domine um dia de cada vez. Supere uma barreira por vez. Mas continue. E continue fazendo isso todos os dias. Que, tenho certeza, ao olhar para a sua caminhada você perceberá seus avanços, suas conquistas, e terá muito orgulho de si. E poderá dizer em alto e bom tom: eu consegui, eu cresci, eu me superei!!!!!

#angústia #procrastinação #ansiedade #domíniodamente

26 visualizações
  • Facebook
  • Instagram

Simone Mior
Espaço Terapêutico

Runas da Praia
Rua 401, 45 Sl. 01
Centro - Balneário Camboriú - SC

(47) 99914-8052 .